sábado, 23 de julho de 2011

Cirurgia Plástica Gratuita

plastica gratis gratuita


cirurgia plástica inicialmente foi uma doutrina com o propósito de realizar procedimentos reparadores, mas hoje a maioria das pessoas busca fazer cirurgia plástica com objetivos estéticos. É possível fazerplástica de graça caso ela seja necessária para que a vida do paciente torne à sua normalidade.
É possível fazer este tipo de cirurgia gratuita em hospitais universitários, hospitais-escola, hospitais públicos e até clínicas particulares. Algumas vezes pela solidariedade dos profissionais e outras pela obrigação do cumprimento da lei é possível conseguir plástica grátis caso o paciente tenha sofrido ou nascido com certos tipos de deformidades.
Os casos freqüentes em que a cirurgia plástica grátis é aplicada:
  • Reconstrução mamária após remoção do seio com câncer
  • Crianças com labioleporino
  • Fendaplalatina
  • Queimaduras que levaram a deformações
  • Abdominoplastia para remoção de excesso de pele após cirurgia do estômago
  • Deficiência ou deformidades no rosto
A lei federal nº 10.223 (15/05/2001) a ser realizada plastica pelo SUS, ou seja, efetuar cirurgia plástica grátis para mulheres que realizaram mastectomia (remoção da mama devido a tumores malignos). Leis estaduais no RJ e SP garantem plásticas grátis para mulheres com seqüelas físicas de ataques sexuais.
Cirurgia plástica exclusivamente com motivos estéticos só é possível fazer na rede privada. Nem sequer planos de saúde cobrem as cirurgia plástica de graça nestes casos.
Mas se você possui alguns dos problemas listados acima deve procurar a rede de saúde do seu município e consultar a possibilidade de efetuar uma cirurgia plástica gratuita. Você também pode procurar os hospitais universitários, entidades ligadas a projetos de saúde e verificar se é elegível para efetuar o procedimento que necessita.
  • Lembre que primeiramente você terá que estar classificado em certas categorias, isto é, com certas dificuldades que habilitam você solicitar cirurgia plástica gratuita. Nas suas próprias palavras:
    • Primeiramente veja o “Cirurgia plástica grátis: Direito de todos” aqui.
    • “A primeira coisa a fazer se quiser informações confiáveis. Vá até a secretaria de saúde de sua cidade (ou sub-secretaria em casos das grandes cidades), ou se informe em um hospital-referencia. Lá eles vão te informar o que é necessário, pois cada município solicita documentos diferentes.
    • Provavelmente eles te indicarão a um psicólogo e a uma assistente social (que é padrão pois cirurgias exigem este procedimento, principalmente estéticas).
    • Assistente social deverá elaborar uma carta informando a incapacidade do paciente pagar por este serviço.
    • A Psicóloga deverá redigir outra informando o estado emocional ante-cirúrgico e se o paciente esta preparado emocionalmente para a cirurgia gratuita e suas conseqüências.
    • Além de que deverão também serem encaminhados ao médico especialista (endocrinologista no caso de redução do estômago).
    • É mais fácil quando a outra cirurgia também foi feita pelo SUS.
    • Depois disto, você deverá ter em mãos seu Cartão do SUS (evitem perder seus cartões ou fazer outros se necessidade pois da duplicidade no sistema e é uma dor de cabeça que ninguém merece), sua identidade, as cartas e os documentos que foram exigidos.
    • Estes são os documentos que geralmente exigimos em meu município para as cirurgias.
    • E boa sorte, pois no SUS a fila é grande. Mas lhes digo, não desistam, vale a pena e os médicos do SUS são ótimos, principalmente em hospitais que fazem este tipo de cirurgia.
    • Mas não briguem com os funcionários da secretaria de saúde ou seu médico caso demore, os coitados fazem o máximo o possível, e pode não parecer, mas se importam muito com os pacientes.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário